Prosa de uma esteticista - com Nathalie Souza

Poli-hidroxiácidos: o que são?

Nathalie Souza
Poli-hidroxiácidos: o que são?

Assim como os Alfa-hidroxiácidos o Poli-hidroxiácidos são ácidos carboxílicos que possuem grupamentos de hidroxila. Contém dois ou mais grupos hidroxila, não necessariamente na posição alfa. São comercializados como ácidos livres ou sob forma de lactonas.

Possuem moléculas maiores do que os alfahidroxiácidos, apresentam redução nos efeitos adversos, penetram na pele mais suavemente, gradualmente, atuam em nível mais superficial e sem provocar desagradáveis sensações na pele. Porém isso tudo não significa que são menos eficazes.

Grandes exemplos de poli hidroxiácidos são: a Gluconolactona e o ácido lactobiônico.

Além de agirem da mesma forma que os AHAs no que se refere a esfoliação, os PHAs possuem forte atividade antioxidante, hidratante, umectante.

Segundo Gomes, o efeito antioxidante pode ser um possível mecanismo de resistência à irritação, podendo ser usado em pessoas de pele sensível e com rosácea.

Conforme relata Souza, sua ação umectante e hidratante se dá por promoverem uma restauração na epiderme.

Conhecer os tipos de ácidos e peelings que possuímos é de suma importância para que possamos personalizar nossos procedimentos, ter resultados melhores e menos risco de intercorrências.

 

Nathalie Souza

-> Para mim é super importante saber o que achou do conteúdo, por isso peço para dizer abaixo o que achou, se o conteúdo foi útil e em caso de dúvidas, coloca aí nos comentários, terei o maior prazer em te ajudar!

Cosmetologia

Deixe seu comentário